sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Vem o vento,
leva-me tudo...
Fico mudo cego e surdo...
Mata-me de novo, mata...
Mata como ontem,
Nunca mais como hoje,
Porque ontem... Ai ontem
As estrelas sabem,
As estrelas que contem!

11 comentários:

catxinha disse...

E as estrelas tão silenciosas e brilhantes sabem tanto...
Beijinho*

Sarah disse...

dei uma lida por todo o blog e simplesmente ADOREI, vou passar a visitar porque realmente ADOREI.

Parabéns!

José Pátria disse...

como diria o meu amigo Borat:"VeRy NIIICEE"
o poema está muito bom, e quando digo muito bom é mesmo muito bom, continua o bom trabalho;)

Patricia≠ disse...

Gostei imenso da musica!(:
Obrigada!

Quanto aos teus textos...
nao é perciso dizer nada...!;D

Beijinho

Rosa Canela disse...

Passando não pra dizer e sim pra sentir cada palavra linda do seu blog...

Que as estrelas continuem a testemunhar seus momentos mais felizes ..

Cores pra ti

Rosa

Anônimo disse...

Eu até comentava, mas não consigo...

Beijinho *

Lenore. disse...

ai, que lindo :) adorei, adorei, está excelente, parabéns..
vou adicionar o blog à minha lista :D
*

Anônimo disse...

obrigada :D

AnaB disse...

por acaso também gosto de ver a chuva a cair e do cheiro a terra molhada ^^ mas senti-me um nadinha chateada por estarmos no Verão e estar a chover ;P
beijoca *

AnaB disse...

e já agora: adorei o que escreveste ^^
*

Algodão doce disse...

eu adoro o que escreves
*.*