terça-feira, 12 de agosto de 2008

Elevaste minha alma,
desenhaste um novo traço...
Volta a dar dar-me esse abraço...
Quase vivi uma vida,
viajei nesse cheiro
e fiz um nó no laço!
Percorri todas as tuas ruas,
caminhei entre almas nuas
e parei...
parei, quando tive saudades tuas!

2 comentários:

catxinha disse...

Adoro este blog e cada um dos seus textos. Brilhante.
Um beijo.

Anônimo disse...

Ao inicio disse que tudo o que te disse era suficiente... mas não resisto!

Fico contente por saber ler já as entrelinhas... e fico mais contente ainda quando passo por aqui e sinto esta vontade de escrever.

Admiro a forma como escreves, os sentimentos que transformas em coisas tão simples... mas acima de tudo admiro-te a ti!

Beijinho grande *