domingo, 4 de janeiro de 2009

Talvez porque amar é coisa sem nexo,
Amo de forma bruta teu coração,
Não sei o que não dei,
Nem tão pouco onde falhei...
Mas sei que sou capaz,
Capaz de amar e ser feliz
Embora hoje...
Hoje nem seja capaz de sorrir
Mas lembro teu sorriso,
Amo-te óh princesa,
Entraste em minha vida sem aviso
Agora sinto falta de tua pureza!

6 comentários:

ลndreia disse...

Força aí Zé! *

Wendy disse...

beijo-te a testa
aperto-te a mão,
sentes o palpitar do meu coração?
por ti morri e renasci
e em teu amor me perdi!

Anônimo disse...

K saudades!!
Diferente mas com a mesma qualidade =P
Adorei..
Beijinhoooos

Sara

Miklina xD disse...

temos poeta :D

Aninha's disse...

Olá :)
Saudades de aqui passar :)
Como sempre a tua escrita fascina-me como senti o que escreveste :)
beijinhos

L. Malloy disse...

Acompanha o meu blog, por favor.

L.