sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Sou!
Talvez seja o que sempre fui,
mas limado pelos tempos...
Bem, no fundo o importante é que sou!
Ouvi dizer de quem não queria, que eu sou,
mas que sou duma forma tao má,
que só a mim vejo!
O que me disseram,
talvez já soubesse,
inconscientemente desconsciencializo-me
desse ser para que possa viver!
Procuro ser para viver,
mas ao que parece tenho sido muito pouco,
talvez o tempo peça mais do que o que sou!
Pergunto-me se serei assim tao pouco que
nao consigo simplesmente mostrar ao tempo
que o acompanhei!?
Pelo que consta defenitivamente nao acompanhei!
Tenho pensado nisso, e penso que parte de mim
acompahou , outra parte, talvez se tenha refundido
em tempos de imaturidade...
Só assim consigo explicar as minhas lutas interiores!
Pretendo contrariar a história!
Pretendo mostrar-t que SOU, nao que posso ser!
Por agora refundir-me-hei nos meus pesamentos,
fecharei os olhos, penetrarei no meu sono...
Esperarei que algum tempo passe,para que o amanha
chegue!



2 comentários:

Andreia Lopes disse...

"Procuro ser para viver,
mas ao que parece tenho sido muito pouco,
talvez o tempo peça mais do que o que sou!"

Queres ser o quê? Já sabes o que queres? Foste ao fundo do poço, olhas-te para cima e viste a luz?!
E o que os outros querem? É o mesmo que tu queres? Ou queres ser o que nao queres ser?! Tens sido muito pouco? Cada um tem um "x" para se dar?! Dar-se na totalidade ou dar-se o essencial?
Não é o tempo que te vai pedir mais... vais ser tu a pedires mais a ti proprio! Mas tu já és! Já és grande, feito de pequenos actos, olhares e momentos, mas grande na totalidade!

Beijo *

P.S. 1: Excedi-me!
P.S. 2: Gosto de te ver a escrever sem abreviaturas!

Afonso disse...

wow! ja escreves quase sem abreviaturas! está ali um "mostrar-t"!!
oh yeah!!! torna a leitura mais agradavel!